Atendimento: (11) 3333-1303

20/09/2017 - Como lidar com os problemas do dia a dia em condomínio com portaria automatizada

 

Ao implementar um sistema de portaria remota inteligente sabe-se que há uma importante economia em dinheiro para os moradores, mas também é compreensível que algumas dúvidas de quem frequenta o condomínio surjam - principalmente no tocante aos problemas comuns do dia a dia. É a entrega que precisa assinar para receber, é um carro estacionado bem na saída da garagem que atrapalha os condôminos, dentre outro pequenos problemas.

 

E como os moradores de um condomínio com a portaria automatizada RedCode procedem quando surgem estes imprevistos?

 

Henrique Padilha Jr, CEO do Grupo COOPServices, desenvolvedor do sistema de portaria inteligente Red Code, listou como os frequentadores podem proceder com estes pequenos problemas utilizando a estrutura do sistema integrado de segurança.

 

O que fazer quando há um elevador quebrado e com pessoas dentro?

Como em qualquer outro atendimento presencial, a pessoa interfona para a central de operações que entra em contato com o prestador de serviços do elevador para atendimento. Ninguém pode atender ou tentar socorrer pessoas que ficam presas nesta situação.

 

O que fazer quando chega uma encomenda na portaria?

A central de atendimento entra em contato com o zelador ou diretamente com o morador para receber a mercadoria.

 

O que fazer quando há um problema na estrutura do prédio como vazamentos?

 

Apesar do sistema ser desenvolvido para cuidar do controle de acesso e não da manutenção predial, é possível fazer a automação dos sistemas operacionais do condomínio para que este alerta chega na central para, em seguida, acionar a pessoa responsável.

 

O que fazer quando necessário uma reclamação para o síndico sobre barulho ou outra demanda pontual?

 

Existe um aplicativo comum para todos os moradores e frequentadores do edifício que faz a gestão desses eventos.

 

O que fazer quando há perigo de assalto ou outro crime no condomínio?

Sendo detectado o evento, é aberto um canal de áudio bidirecional para tentar dissuadir o intruso ao mesmo tempo em que a polícia é acionada. O tático do sistema é acionado e um alerta é enviado aos moradores alertando que o perímetro do prédio foi violado.

 

O que fazer quando há uma mudança e se faz necessário deixar a porta aberta?

 

A central de atendimento pode entrar em contato com o zelador ou morador

 

O que fazer quando há falta luz na região?

 

Para evitar a falta de operação do sistema são instalados nobreaks e/ou geradores de emergência.

 

O que fazer com relação à correspondências que chegam diariamente?

 

Elas seguem normalmente através da caixa de correios do edifício.

 

O que fazer quando um veículo está bloqueando a saída da garagem?

 

É possível acionar a polícia por intermédio do sistema ou diretamente.

 

O que fazer quando chegam visitantes?

 

Normalmente. A equipe entra em contato com o visitante, o identifica e a unidade/apartamento a ser visitada. É realizada uma chamada para o morador que libera ou não a entrada.


 

Link: http://www.segs.com.br/demais/82649-como-lidar-com-os-problemas-do-dia-a-dia-em-condominio-com-portaria-automatizada.html

Fonte: SEGS

voltar
 
Hashimoto & Augusto
Copyright © 2014 E-HASA Certificação Digital . Todos os direitos reservados