Atendimento: (11) 3333-1303

27/09/2017 - Dólar sobe e chega a R$ 3,19, de olho em leilões de petróleo e Cemig e acompanha



Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,29% vendida a R$ 3,1666.

 

O dólar opera em alta ante o real nesta quarta-feira (27), em sintonia com o comportamento da moeda no exterior após a chair do Federal Reserve (BC dos EUA) ter reforçado as apostas de alta de juros nos Estados Unidos, e de olho nos leilões de petróleo do Brasil e de usinas da Cemig.

 

Às 10h29, a moeda norte-americana avançava 0,89%, vendida a R$ 3,1950. Veja a cotação hoje.

 

O último fechamento do dólar acima do patamar de R$ 3,19 foi no dia 14 de agosto, quando a moeda fechou o pregão no valor de R$ 3,2020.

 

A presidente do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou na véspera que o Fed precisa continuar com altas graduais dos juros, o que influenciava os mercados junto com o otimismo em torno da reforma fiscal a ser anunciada nos EUA.

 

Internamente, as atenções estão voltadas para os leilões de petróleo e das usinas de energia da Cemig, dado que sinalizarão o apetite dos investidores pelo país.

 

O Banco Central fará novo leilão de swap cambial tradicional --equivalente à venda futura de dólares-- para rolagem do vencimento de outubro. A oferta será de até 12 mil contratos.

 

Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,29% vendida a R$ 3,1666. No mês, há alta acumulada de 0,61% sobre o real, mas, no ano, a baixa é de 2,56%.

 

Fonte: G1

Link: https://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/cotacao-do-dolar-270917.ghtml

Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,29% vendida a R$ 3,1666.

 

O dólar opera em alta ante o real nesta quarta-feira (27), em sintonia com o comportamento da moeda no exterior após a chair do Federal Reserve (BC dos EUA) ter reforçado as apostas de alta de juros nos Estados Unidos, e de olho nos leilões de petróleo do Brasil e de usinas da Cemig.

 

Às 10h29, a moeda norte-americana avançava 0,89%, vendida a R$ 3,1950. Veja a cotação hoje.

 

O último fechamento do dólar acima do patamar de R$ 3,19 foi no dia 14 de agosto, quando a moeda fechou o pregão no valor de R$ 3,2020.

 

A presidente do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou na véspera que o Fed precisa continuar com altas graduais dos juros, o que influenciava os mercados junto com o otimismo em torno da reforma fiscal a ser anunciada nos EUA.

 

Internamente, as atenções estão voltadas para os leilões de petróleo e das usinas de energia da Cemig, dado que sinalizarão o apetite dos investidores pelo país.

 

O Banco Central fará novo leilão de swap cambial tradicional --equivalente à venda futura de dólares-- para rolagem do vencimento de outubro. A oferta será de até 12 mil contratos.

 

Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,29% vendida a R$ 3,1666. No mês, há alta acumulada de 0,61% sobre o real, mas, no ano, a baixa é de 2,56%.

 

Link: https://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/cotacao-do-dolar-270917.ghtml

Fonte: G1

voltar
 
Hashimoto & Augusto
Copyright © 2014 E-HASA Certificação Digital . Todos os direitos reservados